Líder do Crescente Vermelho é morto no Iraque

O principal funcionário do Crescente Vermelho - grupo que corresponde à Cruz Vermelha no mundo islâmico - do Iraque foi assassinado em Mosul, no norte do país. A informação é de uma porta-voz da Cruz Vermelha.O chefe do escritório do Crescente Vermelho de Irbil, Barzan Umer Mantik, e sua mulher, foram mortos, disse Nada Doumani, porta-voz da delegação da Cruz Vermelha no Iraque. ?Estavam em um carro com o emblema do Crescente Vermelho... quando, aparentemente, foram atacados a tiros?, disse Doumani a partir de seu escritório em Amã, na Jordânia.A Cruz Vermelha trabalha em conjunto com o Crescente Vermelho para levar assistência médica e humanitária aos iraquianos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.