Líder do Hamas ameaça dar "lição inesquecível" a Israel

O chefe espiritual do Hamas, Ahmed Yassine, afirmou neste domingo que o seu movimento dará uma "lição inesquecível" a Israel, que tentou matá-lo no sábado através de um bombardeio aéreo em Gaza. "Vamos continuar a resistir e daremos ao inimigo uma lição inesquecível, Israel vai pagar muito caro pelo que fez", declarou Yassine perante centenas de palestinos que foram a sua casa felicitá-lo por ter escapado à tentativa de eliminação.O fundador do Hamas acrescentou que a resposta a esta tentativa de assassinato caberá à ala militar do seu movimento islâmico radical, as Brigadas Ezzedine Al-Qassam. "As Brigadas decidirão quando e onde, isso é a eles que cabe", disse Yassine. O fundador e líder espiritual do Hamas, de 68 anos, foi ferido no sábado sem gravidade num ataque aéreo israelense contra um apartamento em Gaza. O ataque aconteceu logo após o primeiro-ministro palestino, Mahmoud Abbas, apresentar a Yasser Arafat seu pedido de renúncia. As informações são da Agência Brasil.

Agencia Estado,

07 de setembro de 2003 | 10h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.