Líder do Hamas diz não considerar Abbas um palestino

Os líderes do Hamas intensificaram suas críticas ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, afirmando que não o consideram mais um palestino. O duro ataque verbal feito hoje pode atrapalhar as já difíceis e demoradas conversas para reconciliação entre o movimento islâmico Hamas e o partido laico Fatah, de Abbas. Em Gaza, um dos líderes do Hamas, Mahmoud Zahar, disse que Abbas não pode mais ser considerado um palestino e exigiu que o presidente da ANP perca sua cidadania.

AE-AP, Agencia Estado

05 de outubro de 2009 | 12h46

Uma grande parcela da sociedade palestina criticou Abbas por sua decisão, na semana passada, de suspender seus esforços para que autoridades israelenses sejam processadas por crimes de guerra. Os delitos teriam ocorrido durante a ofensiva de Israel na Faixa de Gaza, encerrada em janeiro. O Hamas e o Fatah têm sido duros rivais desde que o movimento islâmico tomou controle de toda a Faixa de Gaza, em 2007. Com isso, Abbas passou a controlar apenas a Cisjordânia.

Tudo o que sabemos sobre:
HamasAbbaspalestino

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.