Líder do Hezbollah declara vitória contra Israel

O líder do Hezbollah, Sheik Hassan Nasrallah, disse nesta segunda-feira que as suas guerrilhas haviam conseguido uma "vitória estratégica histórica" contra Israel.Nasrallah, em transmissão no primeiro dia do cessar-fogo, chamou a segunda-feira de "um grande dia". "Estamos hoje perante uma vitória estratégica, histórica, sem exagerar", disse em discurso gravado transmitido pela rede de TV do Hezbollah, Al-Manar. O Sheik declarou que a destruição maciça infligida por Israel era uma expressão do que el chamou de "fracasso e impotência". O líder afirmou também que agora não é o momento para discutir o desarmamento dos seus guerrilheiros, dizendo que o assunto deveria ser discutido em sessões secretas com o governo, para evitar que o desarmamento sirva aos interesses de Israel. "No nível psicológico e moral é o momento errado, particularmente antes do cessar-fogo." "Quem irá defender o Líbano no caso de uma nova ofensiva israelense?", perguntou. "O Exército libanês e as tropas internacionais são incapazes de proteger o Líbano".Mas Nasrallah disse estar disposto a discutir sobre as armas do Hezbollah no momento adequado.O líder ainda prometeu que a organização shiita irá ajudar os libaneses na reconstrução. Segundo o clérigo, 15 mil construções residenciais foram destruídas por Israel. "O inimigo destruiu milhares de casas no sul, no Bekaa e nos subúrbios do sul (de Beirute)", afirmou. Israel parecia "confuso, fraco, covarde e derrotado", em comparação aos guerrilheiros do Hezbollah, que "realizaram milagres".Logo após o fim do discurso, tiros para cima foram disparados na capital libanesas, em comemoração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.