Líder do Irã é aclamado no Líbano

Dezenas de milhares de muçulmanos xiitas ofereceram uma calorosa recepção, nas ruas de Beirute, ao presidente iraniano, Mohammad Khatami, a primeira de um presidente do Irã ao Líbano. Khatami foi recebido no aeroporto de Beirute pelo presidente libanês, Emile Lakhoud, o primeiro-ministro Rafik Hariri e ministros e pelo xeque Naim Kassem, o vice-líder do Hezbollah - o principal grupo militante xiita no Líbano.O Irã, de maioria xiita, é o principal financiador do Hezbollah, que periodicamente ataca Israel na fronteira meridional do Líbano e é considerado pelos Estados Unidos como um grupo terrorista. A inclusão do Hezbollah na recepção a Khatami foi uma quebra de protocolo e sinaliza a aceitação do grupo no establishment político local.Enquanto Khatami era conduzido pelo centro da cidade, dezenas de milhares de xiitas ocuparam as avenidas, aplaudindo e acenando bandeiras amarelas do Hezbollah, bandeiras verdes do grupo rival xiita Amal, assim como as bandeiras iraniana e libanesa.Num comentário publicado hoje pelo jornal libanês As-Safir, Khatami defendeu que as tropas americanas e britânicas deveriam retirar-se imediatamente do Iraque e permitirem a "formação de um governo popular".Para Khatami, as forças anglo-americanas sofreram uma derrota moral no Iraque. "E o maior erro será se as forças invasoras tentarem impor ao povo (iraquiano) um sistema que é imoral e estranho (a ele)", disse.Apesar de a visita de hoje ser a primeira de um presidente iraniano desde que a revolução islâmica derrubou a monarquia em 1979, Khatami já havia estado no Líbano. Ele veio ao país poucos meses antes de sua primeira eleição como presidente, em 1997.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.