Líder do Irã pede que ministro controle o temperamento em negociações nucleares

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, disse ter sido instruído pelo líder supremo do país a controlar seu temperamento nas negociações nucleares com diplomatas ocidentais.

Estadão Conteúdo

14 de fevereiro de 2015 | 13h25

Em entrevista ao jornal Shargh neste sábado, Zarif contou ter levantado diversas vezes a voz para se dirigir ao secretário de Estado norte-americano, John Kerry. Algumas vezes, disse, ele chegou a falar tão alto que os seus guarda-costas invadiram a sala, preocupados.

O ministro afirmou que o aiatolá Ali Khamenei, que tem a palavra final em todas as questões de Estado no Irã, pediu para que ele amenizasse o tom nas suas conversas com o ocidente e mantivesse no rosto o mesmo sorriso que usa em público.

O Irã e as principais potências mundiais (EUA, Rússia, China, Inglaterra, França e Alemanha) esperam chegar a um esboço do contrato sobre o programa nuclear iraniano ainda em março. Um acordo final deve sair no final de junho. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãnegociação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.