Líder do Partido Comunista espanhol morre aos 97 anos

Santiago Carrillo, veterano líder do Partido Comunista da Espanha que combateu as forças do general Francisco Franco durante a guerra civil espanhola (1936-39), morreu nesta terça-feira. Ele tinha 97 anos. O partido afirmou em comunicado que Carrillo faleceu em casa, em Madri, de causas naturais.

AE, Agência Estado

18 de setembro de 2012 | 16h14

Filho de um militante socialista, Carrillo nasceu na cidade de Gijón, norte da Espanha. Ele passou 38 anos no exílio após fugir do país quando as forças de Franco venceram a guerra civil.

Durante o período que esteve no exílio ele continuou politicamente ativo. Carrillo sucedeu a lendária Dolores Ibarruri como secretário-geral do partido em 1960 e manteve o posto até 1982. Ele voltou para a Espanha após a morte de Franco, em 1975. AS informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EspanhaCarrilloóbito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.