Líder do Syriza quer eleições antecipadas na Grécia

O principal líder da oposição da Grécia, Alexis Tsipras, pressionará para que eleições antecipadas sejam realizadas no país, segundo seu gabinete em Atenas. O partido radical de esquerda Syriza convocou uma demonstração na praça Syntagma em Atenas nesta segunda-feira, enquanto os líderes da coalizão se reunirão no escritório do primeiro-ministro Antonis Samaras para encontrar uma solução para o fechamento da emissora estatal ERT.

Agência Estado

17 de junho de 2013 | 10h56

"Durante seu discurso ele pedirá eleições antecipadas com base no fato de que a coalizão fracassou com o povo grego e não consegue sequer chegar a um consenso sobre o fiasco da ERT", afirmou Tsipras. "Como pode uma coalizão ser funcional se dois dos três dirigentes chamam publicamente o primeiro-ministro de arrogante, desleixado e totalitário", acrescentou.

Representantes da troica (grupo formado por FMI, Comissão Europeia e Banco Central Europeu) continuarão suas inspeções na Grécia neste semana e se reunirão nesta segunda-feira com o ministro das Finanças, Yannis Stournaras.

Perguntado se eles comentaram a respeito do fechamento da ERT, um auto funcionário do Ministério das Finanças disse que a "troica quer uma reestruturação do setor público, que é um dos marcos para a futura versão das parcelas do empréstimo (previamente acordado)".

"Eles não deram detalhes (em relação a ERT), mas eu preciso dizer a você que nossa responsabilidade é apresentar 2 mil demissões no setor público. Essa é uma das condições", comentou o funcionário. Fonte: Market News International.

Mais conteúdo sobre:
GréciaSyrizaeleiçõesTsipras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.