Líder esquerdista das Filipinas é assassinado

Víctor Olayvar, dirigente da organização Bagong Alysang Makabayan (Nova Aliança Patriótica) foi assassinado nesta quinta-feira na província de Bohol, no centro das Filipinas, segundo fontes do grupo esquerdista. O líder esquerdista foi morto a tiros por desconhecidos armados, que estavam em motos. O crime aconteceu no povoado de Danao, cercade 630 quilômetros a sudeste de Manila. Segundo dados da organização de defesa de direitos humanos Karapatan, com a morte de Olyvar chega a 748 o número de mortes violentas nas Filipinas desde que Gloria Macapagal Arroyo assumiu a Presidência, em janeiro de 2001. Um relatório da Anistia Internacional divulgado no fim de agosto informa que Manila parou de proteger seus cidadãos e os direitos humanos. O texto afirma que o número de assassinatos de caráterpolítico no país aumentou pelo segundo ano consecutivo, com 51 mortes entre janeiro e junho de 2006, contra 66 durante todo o anopassado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.