Líder indígena é assassinado na Guatemala

O prefeito e líder indígena de uma comunidade rural do noroeste da Guatemala foi emboscado e assassinado em uma estrada por desconhecidos, informaram fontes policiais. Miguel Maldonado administrava o município de San Idelfonso Ixtahuacán, no departamento (Estado) de Huehuetenango, a 340 quilômetros da capital guatemalteca, e era dirigente do partido da Unidade Revolucionária Nacional Guatemalteca (URNG), um antigo grupo guerrilheiro que optou pela via política, informa a líder da agremiação, Alba Estela Maldonado.A polícia confirmou que o veículo no qual viajava o prefeito foi localizado, na madrugada de hoje, com várias perfurações de bala, abandonado no meio da estrada. Depois de algumas horas de busca, as autoridades encontraram o cadáver, que morreu com vários tiros.A líder do partido não quis apontar suspeitos. "Cabe qualquer possibilidade (para o crime), mas temos que investigar e questionar a população e as autoridades para sabermos qual é a conclusão", afirmou. Maldonado também presidia a Associação Guatemalteca de Prefeitos e Autoridades Indígenas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.