Líder indígena e ativista é alvo de atiradores

Uma das principais vozes críticas ao governo da Guatemala, o líder indígena Mario Itzep disse ter escapado por pouco de atiradores em uma rua da capital. Ele vinha sendo ameaçado de morte há vários meses e ontem teria sido alvo de disparos efetuados por homens em duas motocicletas. O governo de Daniel Ortega mantinha silêncio sobre o caso até a noite de ontem. Itzep ganhou fama ao denunciar execuções sumárias cometidas por quadros das Forças Armadas da Nicarágua. Nove militares foram condenados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.