Líder inspirou manifestações

Hu Yaobang (1915-1989)[br]Ex-secretário-geral do partido comunista

, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2010 | 00h00

Durante seu mandato como secretário-geral do Partido Comunista Hu Yaobang tentou reabilitar muitas pessoas que, como ele, foram perseguidas durante a Revolução Cultural. Hu também apoiou a adoção de uma política mais pragmática para o Tibete, após reconhecer os erros cometidos na região autônoma. Apesar de Hu Yaobang ser um importante aliado do então poderosíssimo líder Deng Xiaoping, foi forçado a renunciar em 1987 do cargo de secretário-geral do PC após uma série de protestos de estudantes no final de 1986.

Os linhas-duras acusaram Hu de ser tolerante com os manifestantes e até mesmo de ter simpatia pelos liberais, que pressionavam por liberdade política. Ele morreu em 15 de abril de 1989 de um ataque cardíaco. As manifestações de pesar por sua morte no Monumento dos Heróis na Praça da Paz Celestial) Tiananmen acabaram se tornando protestos contra o governo, violentamente reprimidos em 4 de julho de 1989.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.