Líder iraniano aposta no colapso de Israel

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, lançou um novo ataque verbal contra Israel na quarta-feira, dizendo acreditar que o país vai em breve entrar em colapso, noticiou a mídia estatal. Ahmadinejad, que deu início a protestos internacionais ao se referir ao assassinato de seis milhões de judeus na Segunda Guerra Mundial como um "mito" e pedindo que Israel seja "apagado do mapa", fez as declarações em um discurso na província de Khuzestão, no sul. "Tenho certeza de que em breve veremos o colapso do regime sionista (Israel)", disse ele segundo a agência de notícias oficial IRNA, sem elaborar. "O Holocaustro foi fabricado pelo Ocidente para alcançar seus objetivos", disse ele segundo a televisão estatal. No mês passado, ele disse a delegados em uma conferência internacional em Teerã que os dias de Israel estavam contados: "Assim como a União Soviética foi apagada e hoje não existe, o regime sionista também será apagado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.