Líder iraquiano pede aos EUA que saiam do Iraque

O líder do Conselho Supremo para a Revolução Islâmica no Iraque, aiatolá Mohammad Baqir al-Hakim, denunciou neste domingo a ocupação promovida por Estados Unidos e seus aliados e exigiu a retirada das tropas estrangeiras para que o povo iraquiano possa estabelecer seupróprio governo.Al-Hakim, que retornou neste sábado ao Iraque após mais de duas décadas no exílio no Irã, fez a declaração em Nasiriya, uma cidade predominantemente xiita, apesar da presença de fuzileiros navais americanos que o escoltavam."Nós não tememos essas forças", garantiu ele, referindo-se aos soldados americanos e britânicos. "Nossa nação quer preservar sua independência, e as forças aliadas devem deixar opaís", declarou ele a uma multidão de aproximadamente 4.000 pessoas.Seus seguidores gritavam "sim para Hakim" e "Hakim é nosso líder".Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.