Líder iraquiano pede mudanças em plano dos EUA

O presidente do Conselho de Governo do Iraque, colegiado nomeado pelos Estados Unidos, disse que concorda com as objeções de um alto clérigo xiita ao plano americano para a devolução do poder ao povo iaquiano. A exigência feita pelo líder religioso, de que o iraquiano comum tenha influência direta na escolha do Poder Legislativo de transição, será discutida pelo Conselho de Governo e pela coalizão que ocupa o país, disse o presidente Jalal Talabani, que é um curdo sunita.Depois de conversar com o Grão-Aialolá Ali Husseini al-Sistani, Talabani disse: ?Considero o ponto de vista de Sua Graça lógico e razoável, e concordo com ele?. ?O acordo (para transferência de poder) continua, mas poderemos adicionar um anexo com cláusulas adicionais?, acrescentou. ?O acordo pode evoluir?.Um dos mais influentes líderes religiosos xiitas, Al-Sistani poderia destruir os esforços americanos para uma transição tranqüila de poder. Os xiitas são mais de 60% da população do Iraque, e é improvável que um programa político tenha aceitação popular sem apoio da liderança religiosa.Um porta-voz da administração americana em Bagdá preferiu não fazer comentários, dizendo que o administrador L. Paul Bremer não desrja ?negociar em público?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.