Líder nigeriano é criticado por atentados

O principal líder oposicionista da Nigéria, o ex-ditador Muhammadu Buhari, criticou ontem a "incompetência" do governo do presidente Goodluck Jonathan, que o derrotou nas eleições de abril, pelos atentados que mataram 39 pessoas no Dia de Natal. Ele acusou o presidente de ter se mantido "indiferente" aos ataques, organizados pelo grupo radical islâmico Boko Haram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.