Líder norte-coreano inicia 1ª visita à Rússia desde 2002

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong il, chegou ontem à Rússia e vai se encontrar com o presidente do país, Dmitry Medvedev, durante uma visita que deve se prolongar por uma semana, segundo informações do Kremlin. Esta é a primeira visita de Kim ao país em nove anos e representa um sinal dos crescentes esforços de seu país para angariar apoio econômico e diplomático. A imprensa norte-coreana não especificou quando ocorrerá o encontro com Medvedev, mas informou que a visita de Kim era uma resposta a um convite feito pelo presidente russo.

AE-AP, Agência Estado

21 de agosto de 2011 | 08h27

A Coreia do Norte está ampliando seus esforços para assegurar ajuda e retomar suas estancadas negociações para desarmamento nuclear. No mês passado, um diplomata norte-coreano do alto escalão esteve em Nova York para discutir formas de retomar negociações. Anteriormente, enviados ligados ao setor nuclear das Coreias do Sul e do Norte se encontraram na Indonésia para conversas sobre o tema.

A Rússia e a Coreia do Norte anunciaram conjuntamente, na sexta-feira, que Moscou está suprindo ajuda alimentar para a Coreia. E este país informou, no início da semana, que Medvedev enviou uma carta defendendo maior cooperação energética entre a Rússia e as duas Coreias, destacando que isso garantiria maior segurança regional.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteRússiavisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.