EFE/KCNA/JUSTIN LANE
EFE/KCNA/JUSTIN LANE

Líder norte-coreano, ‘obviamente um louco’, será testado como jamais foi, ameaça Trump

Presidente americano disse em sua conta no Twitter que Kim Jong-un ‘não se importa em deixar as pessoas passando fome ou matar seu povo’

O Estado de S.Paulo

22 Setembro 2017 | 08h42

NOVA YORK, EUA - O presidente dos EUA, Donald Trump, voltou a criticar o líder norte-coreano, Kim Jong-un, nesta sexta-feira, 22, e afirmou em sua conta no Twitter que ele “será testado como jamais foi”.

Em mais um episódio de acirramento das tensões entre Washington e Pyongyang, Trump disse: “Kim Jong-un da Coreia do Norte, que é obviamente um louco que não se importa em deixar as pessoas passando fome ou matar seu povo, será testado como jamais foi”.

As declarações do presidente americano foram feitas depois de a Coreia do Norte dizer que pode testar uma bomba de hidrogênio sobre o oceano Pacífico e prometer fazer com que Trump pague caro pelas ameaças feitas na Assembleia-Geral da ONU, por meio das quais se comprometeu a destruir o país

+ 'Homem-foguete' - Um plano para deixar Kim sem 'gasolina' 

Na quinta-feira, Trump anunciou novas sanções contra a Coreia do Norte, em virtude do programa nuclear e balístico do país. As medidas punem pessoas, empresas e bancos que financiam e fazem negócios com Pyongyang e fornecem recursos para o desenvolvimento de armas, ogivas e mísseis.

Segundo o republicano, além das sanções, o governo chinês proibiu bancos do país de negociar com o regime de Kim Jong-un, e Coreia do Sul e Japão estudarão, ao lado dos EUA, novas medidas contra a crise na península coreana. / AP, AFP, REUTERS e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.