REUTERS/Jonathan Ernst
REUTERS/Jonathan Ernst

Líder norte-coreano pede em carta outra reunião com Trump

Casa Branca afirma que mensagem enviada por Kim exibia um 'compromisso contínuo de focar na desnuclearização da Península Coreana'

O Estado de S.Paulo

10 Setembro 2018 | 19h28

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebeu uma carta do líder norte-coreano, Kim Jong-un, pedindo uma segunda reunião, e o governo já está tentando agendá-la, disse a porta-voz da Casa Branca Sarah Sanders nesta segunda-feira, 10.

Os dois líderes vêm discutindo o programa nuclear da Coreia do Norte desde a inédita cúpula de 12 de junho, criticada por não ter detalhes concretos sobre como Kim está disposto a desistir de um programa de armas nucleares que ameaça os Estados Unidos.

Trump disse aos repórteres na sexta-feira que uma carta pessoal de Kim estava a caminho.

“Foi uma carta muito calorosa e muito positiva”, declarou Sanders em briefing. “O objetivo principal da carta era solicitar e procurar agendar outra reunião com o presidente à qual estamos abertos e já estamos no processo de coordenar isso.”

Sanders afirmou que a carta exibia “um compromisso contínuo de focar na desnuclearização da península”. Ela disse ainda que um desfile militar em Pyongyang, no domingo, foi “um sinal de boa-fé” porque não teve mísseis nucleares de longo alcance. / REUTERS 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.