Líder norte-coreano visita China, diz mídia sul-coreana

O líder norte-coreano Kim Jong-il visitou a China hoje, informou a televisão sul-coreana YTN. Segundo a emissora, não se sabe se ele estava acompanhado de seu sucessor aparente, seu filho Kim Jong Eun.

AE, Agência Estado

20 de maio de 2011 | 10h40

A agência de notícias Yonhap também informou sobre a visita do comandante da Coreia do Norte. A YTN citou um funcionário presidencial de Seul, dizendo que Kim foi visto em um hotel na cidade chinesa de Mudanjiang. O ditador norte-coreano passou pelo nordeste da China de trem hoje. É a terceira viagem dele ao país vizinho nos últimos 12 meses, segundo a imprensa sul-coreana, que cita funcionários do governo de Seul.

Kim, de 70 anos, comanda seu país desde 1994. Acredita-se que tenha medo de avião e por isso prefere viajar de trem. Ele raramente deixa a Coreia do Norte, e esta viagem é a sétima à aliada China desde sua chegada ao poder. Porém, duas dessas viagens ocorreram no ano passado, quando Kim acelerou os esforços para preparar um plano de sucessão para seu terceiro filho, Kim Jong Eun, depois de sua morte.

Durante as visitas anteriores de Kim à China, os governos dos dois países não se pronunciaram sobre as agendas, nem divulgaram comunicados. Apesar disso, a presença dele geralmente é notada por repórteres sul-coreanos, japoneses e chineses. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteKim Jong-ilChinavisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.