Líder norte-coreano visita China pela 2ª vez no ano

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il, entrou hoje em território chinês de trem, informou o escritório presidencial sul-coreano. É a segunda visita de Kim à China este ano. Outra fonte da presidência de Seul informou que Kim cruzou a cidade fronteiriça de Manpo, na província de Jagang, para entrar na China por Ji''an, cidade na província de Jilin. "A segunda visita dele à China em período tão curto, após sua primeira visita em maio, é algo sem precedentes. Nós estamos estudando o propósito dessa visita", disse esse funcionário.

AE, Agência Estado

26 de agosto de 2010 | 10h24

O Ministério da Unificação sul-coreano não quis confirmar a visita de Kim à China. "Este é um assunto diplomático entre a Coreia do Norte e a China. Nós não podemos dizer nada até que os países oficialmente façam um anúncio", disse um porta-voz.

Kim Jong Eun, terceiro filho de Kim e herdeiro aparente do governo da Coreia do Norte, acompanha o pai nessa viagem, segundo relatos da imprensa sul-coreana. Essa informação, porém, ainda não foi confirmada oficialmente. A visita ocorre menos de duas semanas antes de uma importante reunião política na Coreia do Norte, quando Kim deve nomear Kim Jong Eun para uma posição que sinalize que ele será o próximo líder.

Kim Jong-il deixou a Coreia do Norte aparentemente sem se encontrar com o ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter. O norte-americano chegou ontem a Pyongyang para tentar resgatar um cidadão dos Estados Unidos que está preso por ter entrado no país sem autorização, em janeiro.

A agência Yonhap citou uma fonte não identificada segundo a qual a viagem do líder norte-coreano à China parece estar relacionada a seus planos para a sucessão. Outras fontes citaram que o objetivo pode ser a retomada do diálogo em seis partes sobre o programa nuclear norte-coreano, bem como ajuda econômica. A última visita de Kim à China ocorreu em maio, quando ele se encontrou com o presidente chinês, Hu Jintao. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteChinaKim Jong-ilvisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.