Líder norte-coreano visitou artilharia antes do ataque--jornal

SEUL (REUTERS) - Apenas algumas horas antes do ataque da Coreia do Norte contra uma ilha sul-coreana, na terça-feira, o líder norte-coreano, Kim Jong-il, e seu filho e sucessor, Kim Jong-un, visitaram a base de artilharia de onde foram feitos os disparos, segundo informou a mídia da Coreia do Sul nesta quinta-feira.

REUTERS

25 de novembro de 2010 | 07h37

O ataque da Coreia do Norte contra a ilha de Yeonpyeong, que causou a morte de dois militares e dois civis, além de ter deixado vários feridos, foi provavelmente ordenado pelo próprio Kim Jong-il, de acordo com uma "fonte governamental bem-informada", citada pelo jornal Joongang Daily.

Autoridades do Sul contatadas pela Reuters não puderam comentar a notícia.

Os Estados Unidos dizem acreditar que as ações da Coreia do Norte foram um ato isolado vinculado às mudanças no comando do país e muitos especialistas avaliam que o governo norte-coreano desfechou os ataques para dar um impulso à imagem de Kim Jong-un, que é inexperiente e pouco conhecido.

Kim Jong-il está doente e desesperado para fortalecer seu filho mais novo, indicado em setembro como seu provável sucessor na dinastia familiar, mas que aparentemente não tem claro apoio dos militares.

(Por Jeremy Laurence)

Tudo o que sabemos sobre:
COREIASKIMVISITA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.