Líder palestino condena levante armado contra Israel

O levante armado contra Israel é um erro e deve acabar, disse o líder interino dos palestinos, Mahmoud Abbas, em entrevista publicada hoje. A população dos territórios ocupados costuma apoiar as ações violentas contra Israel, e a declaração de Abbas, defendendo em público uma posição impopular, aparece no auge da campanha para escolha do próximo presidente da Autoridade Nacional Palestina. Abbas é o favorito.Quando Yasser Arafat estava vivo, Abbas dizia a colegas, em particular, que o levante era um erro, mas raramente se manifestava em público. Quando Abbas criticou as ações armadas, durante o lançamento do "mapa da paz" em 2003, sua posição foi duramente criticada.Em entrevista publicada hoje pelo jornal londrino de língua árabe Asharq al-Awsat , Abbas disse que o povo palestino deveria resistir a Israel, mas sem recurso à violência. É importante "manter o levante longe das armas, porque o levante é um direito legítimo do povo de expressar sua rejeição à ocupação, com meios populares e sociais", disse. "O uso de armas é danoso e tem de parar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.