Líder palestino escapa de ataque israelense

Marwan Barghouti, um importante líder palestino do movimento Fatah, ligado ao líder Yasser Arafat, escapou hoje por pouco de um ataque israelense. Dois mísseis explodiram perto de seu carro, na Cisjordânia. Para os palestinos, tratou-se de uma nova tentativa de assassinar líderes palestinos por parte de Israel.Fontes de segurança de Israel disseram que o alvo do ataque não era Barghouti, mas um de seus guarda-costas, que seria responsável por atentados contra israelenses. O ataque ocorreu na cidade de Ramallah, ao norte de Jerusalém. Barghouti ficou abalado mas sem ferimentos. Um oficial desegurança palestino viajando num segundo carro foi ferido.Fontes militares garantiram que "não houve de forma alguma tentativa de matar Marwan Barghouti." Barghouti, que tem recebido extensa cobertura da mídia por seus pedidos pela resistência palestina contra Israel, disse que estava saindo de seu escritório em Ramallah quando ocorreu o ataque. Oficiais de segurança palestinos o acompanhavam num segundo veículo.Os mísseis foram disparados de Psagot, um assentamento judeu próximo numa colina de onde se avista Ramallah. Os israelenses têm promovido repetidos ataques contra militantes palestinos suspeitos de promover ou planejar ataques contra israelenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.