Líder palestino faz exigências para haver paz

Em seu primeiro discurso oficial de campanha, o principal candidato à sucessão de Yasser Arafat, Mahmoud Abbas, exigiu o fim da ocupação israelense da Faixa de Gaza e da Cisjordânia, além da libertação de todos os prisioneiros palestinos confinados em Israel.Diante de centenas de seguidores entusiasmados, Abbas disse que não abandonará a exigência de um Estado palestino independente. "Israel deve retirar-se de todas as terras palestinas ocupadas em 1967. Temos de pôr fim à ocupação", disse ele, referindo-se aos territórios ocupados por Israel na guerra de 1967."Escolhemos o caminho da paz e da negociação", disse Abbas. "Se não houver paz aqui, não haverá paz no Oriente Médio e nem no resto do mundo". Mas o candidato afirmou que há condições para a paz, e uma delas é a libertação de todos os prisioneiros palestinos, especialmente o líder Marwan Barghouti. Barghouti havia se apresentado como candidato à presidência palestina, competindo com Abbas, mas desistiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.