Líder palestino preso desiste de disputar a presidência

O líder palestino Marwan Barghouti, que cumpre pena de prisão perpétua em Israel, não disputará a eleição para presidente da Autoridade Nacional Palestina e apoiará o candidato oficial do Partido Fatah, o presidente da OLP e ex-primeiro-ministro Mahmoud Abbas.Mais cedo, a liderança do Fatah havia anunciado que o partido realizará eleições internas, pela primeira vez desde 1989. A candidatura de Barghouti, que chegou a ser anunciada, era vista como uma forma da ala mais jovem do partido de pressionar a velha guarda por mais poder.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.