Líder político de Shangai é destituído por corrupção

O combate à corrupção derrubou mais um alto dirigente do Partido Comunista da China (PCCh). Chen Liangyu, secretário do Comitê Municipal do Partido Comunista da China do Município Central de Shanghai, o principal pólo financeiro do país, foi exonerado de seu cargo em função de seu suposto envolvimento em investimentos ilegais do maior fundo de previdência nacional na Fuxi Investment Holding, uma empresa que atua no segmento das alfândegas.De acordo com a Agência de Notícias Xinhua, a Comissão Central de Investigações Disciplinares do PCCh "está investigando outras irregularidades administrativas, como o favorecimento de parentes e empresários".Chen deverá ser substituído pelo prefeito de Shanghai e subsecretário do Comitê Municipal do PCCh, Han Zheng, que recebeu o vice-presidente do Brasil, José Alencar, durante sua recente visita oficial àquela municipalidade.Os fundos de pensão da China, segundo o ministro do Trabalho e Previdência Social, Tian Chengping, acumulavam US$ 75,8 bilhões no final de 2005, registrando uma taxa média de crescimento de 20% nos últimos anos.Tian também revelou que o seguro desemprego cobriu 24 milhões de trabalhadores entre 1998 e 2005, assim como incluiu 160 milhões de aposentados em sua rede de beneficiados.O combate à corrupção é a principal bandeira da quarta geração de líderes chineses para a realização do 17º Congresso Nacional do PCCh, programado para outubro de 2007, que deve eleger os principais dirigentes partidários e nacionais para o período 2008 e 2012.Antes do escândalo envolvendo Chen, a imprensa local anunciou que o Tribunal Popular de Segunda Instância de Hebei sentenciou à prisão perpétua Yang Jianguo, ex-chefe de um distrito da Província do Anhui, por aceitar US$ 305 mil em subornos e por não justificar a origem de outros US$ 158 mil que estavam em sua posse.Suas propriedades, estimadas em US$ 25 mil, foram confiscadas pelo Tribunal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.