Líder quer aprovar plano econômico em até 1 mês

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse ontem que espera promulgar, em menos de um mês, seu pacote de estímulo econômico de US$ 825 bilhões. Em sua primeira mensagem semanal de rádio como presidente, Obama disse que acredita que o país emergirá da crise atual mais próspero do que antes."Ambos os partidos do Congresso já estão trabalhando intensamente nesse plano e espero convertê-lo em lei em menos de um mês", afirmou Obama. "Começaremos a trabalhar outra vez para reconstruir o país e tenho confiança de que sairemos dessa difícil situação mais fortes do que antes."Obama defendeu a aprovação de seu pacote e comentou a questão do desemprego nos EUA. No ano passado 2,6 milhões de postos de trabalho foram perdidos no país, aumentando a a taxa de desemprego para 7,2% - a mais elevada em 16 anos.Argumentando que o número de pessoas que entraram na fila do seguro-desemprego nesta semana atingiu o maior nível nos últimos 26 anos, o presidente disse que o problema pode aumentar ainda mais se nada for feito. "Se não agirmos audaciosamente e prontamente, uma situação ruim pode ficar dramaticamente pior", ressaltou o presidente.Durante o programa, Obama prometeu que todas as decisões sobre gastos seriam feitas publicamente e disse também que seu governo seria totalmente responsável. O presidente ainda garantiu que criará empregos, melhorará a saúde e desenhará o fundamento para uso de energia limpa no futuro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.