Líder religioso hindu e seguidores são mortos na Índia

O líder religioso hindu Swami Sant Gyaneshwar e sete de seus seguidores foram assassinados na noite de sexta-feira na cidade de Allahabad, no Estado de Uttar Pradesh, norte da Índia, informaram nesta sábado fontes policiais. Gyaneshwar e seguidores foram mortos quando retornavam do "ashram" (local de meditação), perto de Varanasi (Benares), cidade santa parao Hinduísmo. Segundo fontes policiais, as oito pessoas foram atingidas por disparos de armas como rifles Ak-47. O ataque deixou outras cinco pessoas feridas. Ainda não foram identificados os autores doAtentado. Gyaneshwar, um popular líder religioso, era acusado de envolvimento nas mortes de um juiz, umpolítico local e um funcionário do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.