Líder religioso islâmico concorda em reunir-se com o papa

O grão-xeque do principal centro de estudos teológicos do islamismo sunita concordou em se reunir com o papa Bento XVI em Roma, informa o Vaticano.O cardeal Paul Poupard, que chefia a comissão para relações com os muçulmanos, levou saudações do pontífice romano, bem como o convite, durante uma reunião com Mohammed Sayed Tantawi, grão-xeque da Mesquita Al-Azhar, no Cairo. O convite "foi aceito com satisfação", de acordo com a Santa Sé. Não foi anunciada uma data para visita.O papa vem tentando melhorar as relações dos católicos com os muçulmanos, particularmente depois de um discurso que fez na Alemanha, em setembro, e que foi interpretado por muitos muçulmanos como estabelecendo uma ligação entre a religião islâmica e a violência. Bento XVI já disse lamentar que uma citação, feita no discurso, tenha ofendido os muçulmanos.O antecessor do atual papa, João Paulo II, visitou o centro de estudos no Egito, em 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.