Líder religioso saudita pede a Deus para "acabar" com judeus

Um dos mais destacados líderes religiosos da Arábia Saudita implorou hoje a Deus para "acabar" com os judeus e pediu aos árabes que abandonem todo tipo de iniciativa de paz com Israel. As "invocações" de Abdul Rahman al-Sudais foram feitas durante as orações de sexta-feira."Devemos dizer adeus às iniciativas de paz com esta gente (os israelenses)", afirmou al-Sudais aos fiéis, durante sermão na Mesquita de Meca, o local mais sagrado do Islã.No discurso, transmitido por rádio e tevê para vários países árabes, o religioso descreveu os judeus como "a escória da humanidade... os ratos do mundo... porcos e símios".O governo saudita é estreitamente ligado ao poderoso establishment religioso, apesar de os sermões nas mesquitas muitas vezes não refletirem a orientação dos governantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.