Líder separatista islâmico é assassinado na Caxemira

O líder terrorista islâmico Billu Gujjar foi morto a tiros pelas Forças de Segurança indianas na região da Caxemira, informou a agência de notícias "PTI". Gujjar foi morto pelas forças de segurança na noite de segunda-feira durante uma operação no povoado de Mangal Kundi, no distrito de Udhampur, segundo fontes policiais. Gujjar era suspeito de liderar o grupo terrorista separatista islâmico Hizbul Mujaheedin, que luta pela independência da Caxemira. O governo oferecia uma recompensa de cerca de US$ 11 mil pela suaCaptura. Mais de 60 mil pessoas morreram na Caxemira indiana desde 1989, quando cerca de 10 grupos armados separatistas iniciaram a lutaarmada pela independência da região, ou sua anexação ao Paquistão. Os cálculos são do governo indiano, mas as organizações separatistas elevam para mais de 100 mil o número de vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.