Líder sírio visita áreas controladas por rebeldes

O líder da oposição síria, Mouaz al-Khatib, fez neste domingo sua primeira visita a áreas controladas pelos rebeldes próximas a Aleppo, no norte do país. Aleppo, a maior cidade da Síria, tem sido uma importante frente de batalha desde o início dos confrontos entre as forças do governo e rebeldes que tentam derrubar o presidente Bashar Assad.

Agência Estado

03 de março de 2013 | 20h18

Al-Khatib se reuniu com sírios nos subúrbios de Manbah e Jarablus, controlados pelos rebeldes. O objetivo declarado de sua visita - a primeira desde que foi nomeado líder da Coalizão Nacional Síria, no final do ano passado - foi inspecionar as condições de vida no local.

A visita, no entanto, pode ter sido uma tentativa de melhorar a imagem do grupo entre civis e combatentes, já que muitos consideram a liderança política apoiada pelo Ocidente irrelevante e desinteressada. As áreas ao longo da fronteira com a Turquia, no norte do país, são controladas por brigadas rivais e unidades de combate que operam de forma autônoma e não têm ligações com a oposição.

Neste domingo, os rebeldes tomaram o controle de uma academia de polícia a oeste de Aleppo, após uma batalha de oito dias que deixou mais de 200 mortos. Eles também invadiram uma prisão na cidade de Raqqa, no norte do país, e assumiram o controle da passagem de Rabiya, na fronteira com o Iraque.

O presidente Bashar Assad, por sua vez, criticou o Ocidente pelo apoio dado a seus oponentes. O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, anunciou esta semana que o país vai fornecer, pela primeira vez, ajuda não militar aos rebeldes sírios, além de um auxílio de US$ 60 milhões para a oposição política. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaconflitosBashar Assad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.