Líder supremo iraniano adverte opositores sobre eleição

O supremo líder do Irã, aiatolá Ali Khamenei, advertiu hoje seus oponentes contra qualquer confrontação ao establishment islâmico do país. Segundo ele, qualquer medida nessa linha terá uma "resposta dura". Os comentários foram uma mensagem clara à oposição iraniana e aos reformistas, que desafiaram a autoridade do regime ao contestar as eleições presidenciais de junho. Muitos denunciaram fraudes generalizadas na disputa, que terminou com a reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad.

AE-AP, Agencia Estado

11 de setembro de 2009 | 11h52

Khamenei disse que as autoridades punirão duramente aqueles que "pegarem suas espadas para confrontar os princípios do sistema islâmico". Segundo ele, porém, diferenças e críticas pacíficas serão toleradas. Khamenei liderou hoje o sermão em Teerã e sua mensagem foi transmitida pela televisão estatal. Ele tem a palavra final sobre todos os assuntos políticos no Irã e apoiou a reeleição de Ahmadinejad.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãdiplomaciaAli Khameneieleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.