Líder taleban conclama afegãos a abandonar governo

O recluso líder da milícia fundamentalista islâmica Taleban, mulá Mohammed Omar, conclamou hoje os afegãos a romper com o governo do país, o qual chamou de "fantoche". O chamado foi feito em uma mensagem divulgada para marcar o feriado islâmico de Eid al-Fitr, que celebra o fim do mês de jejum e orações do Ramadã. O mulá Omar disse ainda que o povo do Afeganistão não aceitaria nenhuma negociação que prolongasse a presença de tropas estrangeiras no país.

AE-AP, Agencia Estado

25 Novembro 2009 | 11h32

A mensagem dele, enviada a jornalistas e também divulgada em uma página na internet bastante usada pelo Taleban, vem à tona apenas uma semana depois de o presidente Hamid Karzai ter sido empossado para um segundo mandato, após um processo eleitoral marcado por fraudes. Karzai tem defendido a importância de se incluir no governo integrantes do Taleban que renunciarem à violência.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistão Taleban governo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.