Líder xiita aceita acordo de paz, mas combates continuam

Najaf foi foco de disparos esporádicos explosões nesta quinta-feira, apesar do acordo de paz em que o líder religioso radical Muqtada al-Sadr aceita ordenar o desarme de sua milícia e tirá-la do santuário xiita no qual está refugiada. O acordo, anunciado na quarta-feira, poderia pôr fim aos combates entre as forças rebeldes de al-Sadr e os exércitos dos Estados Unidos e do Iraque ? há semanas causando destruição na cidade. Anteriormente, o clérigo deu declarações contraditórias, e seus ajudantes disseram que ele ainda quer negociar detalhes do tratado de paz. Em Washington, o governo Bush afirmou que al-Sadr precisa respaldar suas declarações com fatos. ?Temos visto muitas vezes em que al-Sadr assume ou decide que aceitará certos termos e logo fica claro que não era esse o caso?, disse a assessora de Segurança Nacional, Condoleezza Rice.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.