Líder xiita que defende diretas no Iraque sofre atentado

O principal líder religioso xiita do Iraque, aiatolá Ali al-Husseini al-Sistani, sobreviveu a uma tentativa de assassinato na cidade de Najaf. Segundo a rede de televisão Fox News, pistoleiros dispararam contra Al-Sistani e sua comitiva. Ele não sofreu ferimentos, mas alguns de seus guarda-costas teriam sido atingidos.Al-Sistani é o mais importante líder religioso dos xiitas, que são maioria no Iraque. Recentemente, ele vem liderando um movimento contra a proposta das forças de ocupação de formar um novo governo iraquiano por meio de assembléias de "notáveis". Al-Sistani defende eleições diretas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.