Liderada pelo Brasil, força da ONU assume missão no Haiti

Um dia depois do assassinato de um diretor da Air France em Porto Príncipe, a Organização das Nações Unidas (ONU) assume o comando de uma missão de paz e estabilização do Haiti. A missão é liderada pelo Brasil. O objetivo da operação internacional é ajudar os líderes do governo interino, apoiado pelos Estados Unidos, a estabilizar a nação, depois de uma rebelião de três semanas que culminou com a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide, em 29 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.