Líderes da África Ocidental prometem medidas firmes contra Ebola

Líderes da África Ocidental vão implementar medidas firmes para controlar o pior surto do vírus Ebola, afirmou a chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, após se reunir com três deles nesta sexta-feira.

REUTERS

01 de agosto de 2014 | 16h33

"Os presidentes reconhecem a gravidade do surto de Ebola em seus países. Eles estão determinados a tomar todas as medidas extraordinárias para conter o Ebola em seus países", disse Chan no fim das conversas na capital da Guiné, Conacri.

Ela disse que o foco de ação será a zona transfronteiriça onde 70 por cento dos mais de 1.323 casos de Ebola foram localizados.

Chan também fez um apelo ao resto do mundo pelo fornecimento de mais médicos especialistas e financiamento para combater o surto, que matou 729 pessoas até agora.

(Reportagem de Saliou Samb)

Tudo o que sabemos sobre:
AFRICAEBOLAMEDIDAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.