Líderes da Ásia-Pacífico retomam conversas em Hanói

Os líderes das economias da Ásia e do Pacífico retomaram neste domingo as conversas durante a cúpula de Hanói. No sábado, eles se comprometeram a fazer concessões para facilitar o reatamento das negociações da Rodada de Doha sobre a liberalização do comércio mundial.Durante a segunda jornada, os governantes tratarão de assuntos como a segurança energética, o tráfico de pessoas e a cooperação técnica.Alguns dos líderes também manterão reuniões bilaterais, como o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. Bush se reuniu, no domingo, em Hanói, com o presidente da China, Hu Jintao, para tentar fazer com que os chineses exerçam pressão sobre o regime da Coréia do Norte a fim de negociar o desmantelamento de seu programa de armas nucleares.Ao término da cúpula, o Apec emitirá um comunicado conjunto sobre suas conclusões, além de outro que mencionará de forma explícita a preocupação do grupo com o teste nuclear realizado pela Coréia do Norte em 9 de outubro.Criado em 1989, o Apec é formado por Austrália, Brunei, Canadá, Chile, China, Coréia do Sul, Estados Unidos Filipinas, Hong Kong, Indonésia, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, Peru, Rússia, Cingapura, Tailândia, Taiwan e Vietnã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.