Líderes da Coreia do Norte devem se reunir em breve

Os principais líderes da Coreia do Norte vão se reunir nos próximos dias para decidir sobre uma questão "importante" não especificada, afirmou a mídia oficial nesta quarta-feira.

AE, Agência Estado

27 de março de 2013 | 03h17

O Departamento Político do Comitê Central do Partido Comunista convocará a reunião plenária antes do fim de março para "discutir e decidir sobre uma questão importante para o avanço da vitoriosa revolução coreana", afirmou a Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, na sigla em inglês).

A agência não especificou a data para a reunião, mas afirmou que ela deve trazer uma "mudança drástica" na realização da causa revolucionária da Coreia do Norte.

Analistas em Seul dizem que as decisões deverão tratar de questões relacionadas com a segurança, relações internacionais e reformulação de equipes. Eles esperam que as decisões da reunião sejam aprovadas pelo parlamento da Coreia do Norte, que deve se reunir em 1º de abril.

"Eles vão discutir como lidar com a questão nuclear, as relações intercoreanas e a demanda de longa data da Coreia do Norte por um tratado de paz com os Estados Unidos", afirmou o professor Yang Moo-Jin, da Universidade de Estudos da Coreia do Norte em Seul.

Yang disse que Jang Song-Thaek, tio de Kim Jong-Un, pode ser nomeado como primeiro-ministro com a tarefa de recuperar a economia do país socialista.

Também podem haver mudanças na composição no Departamento Político. Hyon Yong-chol, o presidente do Estado Maior, poderá se unir ao grupo, o poderia reforçar a voz dos militares sobre os assuntos cruciais do Estado, disse Yang. As inforamções são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
coreia do nortereuniãolíderes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.