Luke MacGregor/Reuters
Luke MacGregor/Reuters

Líderes da oposição e especialistas apontam fraude nas eleições da Rússia

Ônibus estariam circulando pelo país com eleitores para que eles possam votar várias vezes, relata a ONG Golos

AP

04 de março de 2012 | 10h24

MOSCOU - Líderes da oposição e especialistas denunciaram neste domingo, 4, que há fraude nas eleições que devem reconduzir Vladimir Putin à liderança do Kremlin.

 

Putin, que foi presidente do país entre 2000 e 2008, deve vencer facilmente as eleições neste domingo. Mas se as evidências de manipulação da votação se confirmarem, a onda de protestos sem precedentes, liderada pela oposição que surgiu em dezembro deve ganhar força.

 

O grupo independente de monitoramento eleitoral Golos informou que está recebendo relatos do chamado "carrossel da votação". Ônibus estariam circulando pelo país com eleitores para que eles possam votar várias vezes."Existem muitas pessoas votando mais de uma vez," disse a diretora da ONG Golos, Lilia Shibanova, que ouviu relatos de que essa prática estaria acontecendo nas cidades de Novosibirsk,a terceira maior do país, e em Barnaul, no sul da Sibéria.

 

Nós até já esperávamos por isso,mas não nessa escala," disse no Twitter Alexei Navalny,um dos líderes mais carismáticos da oposição.

 

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaPutineleiçõesfraude

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.