Líderes da UE e Ásia reúnem-se para discutir Iraque

Líderes da União Européia e asiáticos abriram nesta segunda-feira encontro de dois dias para discutir o terrorismo, cooperação econômica e a perspectiva de uma segunda guerra entre os EUA e o Iraque. Em documento distribuído esta manhã, os líderes disseram que o terrorismo ameaça a paz e a segurança global, acrescentando que seu combate deve estar "baseado em princípios da Constituição das Nações Unidas". Ontem à noite, o primeiro-ministro holandês, Anders Fogh Rasmussen, disse que se uma ação contra Saddam Hussein for decidida, deve ser tomada dentro da lei internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.