Líderes de China e Coreia do Norte se encontraram na sexta, segundo Seul

Imprensa sul-coreana disse que uma importante figura chinesa esteve no hotel onde ditador norte-coreano estava hospedado

Efe

28 de agosto de 2010 | 07h12

SEUL - O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il, e o presidente da China, Hu Jintao, se reuniram na sexta-feira, 27, na cidade de Changchun (norte da China), informou nesta sexta-feira a imprensa sul-coreana, com base em diversas fontes diplomáticas e do governo de Seul.

Uma fonte oficial da Coreia do Sul indicou à agência sul-coreana Yonhap que Seul tem informação de Inteligência que indica que Kim e Hu se encontraram na sexta-feira em Changchun, onde o líder norte-coreano chegou no mesmo dia, enquanto o chinês estava na região em uma viagem.

Uma fonte diplomática em Pequim indicou, também à Yonhap, que na sexta-feira, 27, uma importante figura entre os líderes chineses esteve no hotel onde Kim estava hospedado, e que é "muito provável" que tenha sido Hu Jintao ou o vice-presidente chinês, Xi Jinping.

Kim Jong-il chegou à China no início da madrugada de quinta-feira, naquela que seria sua segunda visita ao aliado neste ano, segundo fontes da Casa Presidencial da Coreia do Sul, citadas pela imprensa do país.

Desde então, uma caravana de veículos e o trem blindado de Kim, com o qual realiza seus deslocamentos oficiais, foram vistos na província de Jilin, fronteiriça com a Coreia do Norte.

A viagem está tomada por uma série de segredos, desde o destino da comitiva de Kim até o propósito da visita, que se une à falta de confirmação oficial por parte das autoridades de Pequim e Pyongyang.

Fontes diplomáticas e de Inteligência consultadas pela Yonhap acreditam que o objetivo principal da viagem de Kim é tentar buscar a aprovação da China no processo de sucessão à frente da liderança do regime norte-coreano.

A agência não descarta que Kim Jong-il, de 68 anos, esteja acompanhado na viagem de seu filho mais novo, Kim Jong-un, de 26 anos, que é considerado seu possível sucessor à frente do país.

Tudo o que sabemos sobre:
China, Coreia do Norte, líderes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.