Líderes do G-7 efetivamente removem a Rússia do G-8

Os líderes das maiores economias do mundo efetivamente removeram a Rússia do G-8 em resposta à intervenção militar do país na Ucrânia. Em um comunicado, os líderes do G-7 disseram que suspenderam reuniões de cúpula com a Rússia sob a configuração do G-8 enquanto o país continuar ocupando o território da Crimeia.

AE, Agência Estado

24 de março de 2014 | 19h26

"Em última instância, a Rússia foi suspensa do G-8 em razão de suas atuais atividades na Ucrânia", comentou uma autoridade do governo dos EUA.

A reunião dos líderes do G-7 realizada hoje em Haia, convocada pelo presidente norte-americano, Barack Obama, não resultou em apoio para sanções econômicas imediatas à Rússia. Alemanha, França, Reino Unido e Itália disseram que essas medidas só serão tomadas se a tensão na Crimeia aumentar. No entanto, o G-7 tornou as ameaças contra a Rússia mais explícitas, alertando para novas sanções que podem prejudicar a economia exportadora de energia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
RússiaG-7remoção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.