AP/Markus Schreiber
AP/Markus Schreiber

Líderes europeus aguardam explicações de Cameron sobre situação do Reino Unido

Chefes de Estado da União Europeia querem que premiê britânico explique relação do país com membros do bloco depois do histórico referendo

O Estado de S. Paulo

28 Junho 2016 | 08h19

BRUXELAS - Os chefes de Estado e do governo da União Europeia (UE) esperam nesta terça-feira, 28, que o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, dê explicações sobre a situação atual do país e sua relação com os membros do bloco após o referendo no qual os britânicos apoiaram a saída da UE.

As instituições comunitárias insistiram que o Reino Unido deve comunicar "o mais rápido possível" aos demais membros sua decisão de deixar oficialmente a UE, o que ativaria o artigo 50 do Tratado de Lisboa e daria sinal verde para as negociações de saída.

"Juridicamente é impossível de obrigar" o Reino Unido a ativar o artigo 50, segundo fontes diplomáticas.

Mas se o Reino Unido adiar a notificação formal, há membros do bloco que já levantaram a possibilidade de recorrer ao artigo 7 do Tratado, que corresponde à suspensão do voto britânico no Conselho da UE.

Antes da reunião de cúpula, o Parlamento Europeu realizou uma sessão plenária extraordinária para debater as consequências do referendo.

No plenário será votada uma resolução, respaldada pelos principais grupos políticos, que incitam Cameron a notificar o resultado do referendo "imediatamente".

No processo de reflexão que os líderes dos 27 membros começarão na quarta-feira sobre o futuro da UE, em sua primeira reunião sem o Reino Unido, transmitirão a mensagem de "confiança" e "determinação" para trabalhar por uma melhor União Europeia. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.