Reuters
Reuters

Líderes internacionais oferecem apoio para conter Trump, diz Hillary

A pré-candidata democrata à presidência dos EUA mencionou o premiê italiano Matteo Renzi, mas se recusou a divulgar outros nomes

O Estado de S. Paulo

14 de março de 2016 | 08h40

WASHINGTON - A pré-candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, afirmou no domingo que alguns líderes internacionais lhe ofereceram apoio para conter o magnata Donald Trump, favorito para obter a indicação do Partido Republicano.

"Há líderes internacionais que me perguntam se podem me apoiar para deter Donald Trump", garantiu Hillary em um fórum com perguntas de cidadãos organizado pela emissora CNN em Ohio.

"Já estou recebendo mensagens de líderes internacionais", reforçou a ex-secretária de Estado, favorita para conseguir a indicação do Partido Democrata à presidência dos EUA.

Questionada sobre quem são esses líderes, Hillary mencionou o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, que expressou sua opinião "publicamente", mas se recusou a dar mais nomes sob o argumento de que foram comunicações privadas.

A ex-primeira-dama advertiu do "quão perigosa uma presidência de Donald Trump seria para nossa posição, nossa segurança e a paz do mundo".

O polêmico empresário dominou a campanha republicana com um discurso populista, xenófobo, nacionalista e belicista em política internacional, e tem grandes chances de conseguir a candidatura de seu partido.

Trump e Hillary buscarão na terça-feira um triunfo crucial que exclua seus rivais do combate e prepare seu caminho para a Casa Branca.

Republicanos e democratas realizam no dia 15 de março eleições primárias na Flórida, Illinois, Missouri, Carolina do Norte e Ohio.

O dia será especialmente decisivo para os conservadores, pois na Flórida, Illinois e Ohio o vencedor garante todos os delegados em disputa que devem indicar o candidato presidencial na Convenção Nacional Republicana de julho. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.