Líderes iraquianos xiitas, sunitas e curdos fazem apelo na TV

Líderes das comunidades xiita, sunita e curda fizeram um apelo nesta quinta-feira na TV pedindo calma à população após a série de atentados contra o enclave xiita de Cidade Sadr, em Bagdá. "Pedimos às pessoas que ajam com responsabilidade e permaneçam unidas", indicou a declaração conjunta. O pedido foi feito após uma reunião de emergência na casa do líder xiita, Abdul-Aziz al-Hakim. Participaram da reunião o presidente curdo Jalal Talabani, o vice-presidente sunita Tariq al-Hashimi e o embaixador dos EUA no Iraque, Zalmay Khalilzad. O primeiro-ministro Nuri al-Maliki também pediu aos iraquianos que mantenham a calma em outra declaração na TV. Temendo uma guerra civil sectária, o governo impôs o toque de recolher indefinido em Bagdá a partir das 20 horas de quinta-feira, proibindo todas as pessoas de saírem às ruas da cidade até segunda ordem. Também ordenou o fechamento do aeroporto internacional da capital a todos os vôos comerciais.

Agencia Estado,

23 Novembro 2006 | 20h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.