Liga Árabe não apóia ataque ao Iraque

O secretário-geral da Liga Árabe, Amr Mussa, afirmou hoje que não apoiará nenhuma ação armada dos Estados Unidos no Iraque. "Este suposto ataque é questionado pelo mundo inteiro", disse Mussa em entrevista ao jornal austríaco Der Standard. Segundo ele, atacar o Iraque com base na mera suposição de que o país produz armas de destruição em massa seria uma "solução ilógica". Mussa afirmou que a Liga Árabe acredita no retorno dos inspetores de armas da ONU a Bagdá. O secretário-geral também disse que a política aplicada hoje por Israel contra os extremistas palestinos, somada a um ataque ao Iraque, "levaria a região a uma longa fase de instabilidade e violência".

Agencia Estado,

09 Agosto 2002 | 15h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.