Liga árabe vota hoje pacote de sanções contra a Síria

Medidas incluem a suspensão da cooperação com o BC sírio e a interrupção dos voos para o país

Agência Estado e Associated Press,

27 de novembro de 2011 | 09h03

A Liga Árabe deve votar neste domingo, 27, um pacote de sanções contra a Síria, que incluem a suspensão da cooperação com o banco central sírio e a interrupção dos voos para o país. A votação acontecerá no Cairo.

Se o grupo de 22 países for em frente com as sanções, será um grande golpe para o regime de Bashar al-Assad, que se considera uma potência do nacionalismo árabe. A Síria enfrenta crescente pressão internacional para encerrar a repressão do levante popular contra Assad, que teria matado mais de 3.500 pessoas, segundo a ONU. A União Europeia e os Estados Unidos impuseram várias rodadas de sanções contra o regime, incluindo a proibição das importações de petróleo da Síria. O jornal estatal Al-Thawra trouxe na primeira página da edição deste domingo uma manchete dizendo que a Liga Árabe pede "sanções comerciais e econômicas contra o povo sírio". A publicação acrescentou que a medida "sem precedentes contraria as regras da cooperação árabe".

Não está claro se as sanções terão sucesso em pressionar a Síria para acabar com a violência que custou a vida de dúzias de sírios, semana após semana. Muitos temem que o país esteja à beira de uma guerra civil. Neste domingo, ativistas relataram ferozes confrontos entre soldados e desertores do exército na cidade de Homs, área central da Síria. Ainda assim, Iraque e Líbano já expressaram reservas sobre as sanções recomendadas pela Liga Árabe. A Síria é um ponto geográfico e político de importância no coração do Oriente Médio e faz divisa com cinco nações.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaLiga Árabesanções

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.